sexta-feira, 26 de agosto de 2016




Finalmente a oportunidade de Fellipe

Há algumas épocas, Fellipe Veloso encontrava-se na formação do Sporting como um promissor ponta-de-lança que para essa posição enfrentava a concorrência de vários companheiros e curiosamente compatriotas que alimentavam o mesmo sonho.

No fim de contas, vários factores contribuíram para que nenhum deles tivesse conseguido vingar no clube enquanto seniores, nem Zé Roberto nem o próprio Fellipe que abandonou o clube verde-e-branco para dar seguimento à carreira, situação que na mesma altura decorreu com o também brasileiro Farley Rosa, não tendo tido sequer a oportunidade de ser cedido a outros clubes como outros companheiros como Filipe Chaby que se encontra já no segundo empréstimo por parte dos leões, tendo regressado ao Brasil para jogar com maior regularidade.

Jovem atacante havia regressado a Portugal para reforçar o Rio Maior, mas viu-se impedido de competir

De entre todos os jovens brasileiros que na altura se encontravam nos Juniores leoninos, apenas Wallyson Mallmann ‘sobrevive’ ligado ao clube. Quanto a Fellipe Veloso Santos, depois de ao serviço dos leões ter deixado boa imagem sobre as suas capacidades apesar de na sua maioria ter alinhado como suplente utilizado às ordens do treinador Abel Ferreira, haveria mesmo de regressar a Portugal, no entanto novamente para não jogar… desta feita pelo facto de o Rio Maior, emblema que desejava inscrevê-lo, não reuniu condições financeiras para o efeito.
 
Contas feitas, o atacante contabilizou sete meses sem competição desde a segunda viagem realizada desde o Brasil mas permaneceu inserido no grupo de trabalho desta equipa amadora, mantendo-se a trabalhar e assim para uma oportunidade que finalmente acabou por surgir. Com efeito, a espera acabou por trazer resultados para Fellipe Veloso, que trocou Rio Maior pelo Riba D’Ave, emblema que milita na Pró-Nacional da AF Porto e procurará em pouco tempo revelá-lo para escalões superiores.