quinta-feira, 4 de agosto de 2016



Pablo Carlos - 1/3 português e a crescer em Itália

São muitos os jovens jogadores nascidos em Portugal, luso descendentes ou com nacionalidade portuguesa em estatuto de dupla nacionalidade espalhados pelo futebol europeu. Com tripla nacionalidade… não serão assim tantos e o NOVA ACADEMIA DE TALENTOS apresenta um deles: Pablo Carlos, jovem atleta que vem cumprindo carreira em Itália num clube no qual foi visto pela imprensa regional como “sem rival” após um recente bis ao Vergiatese que antecedeu o final da temporada anterior.

É ao serviço do Besnatese, emblema que ao nível sénior milita na Promozione, o sexto escalão do futebol italiano, num dos seis grupos, a Girone A, que Pablo, de 15 anos, progredirá para o escalão Allevi 2º ano, correspondente aos Juvenis A em Portugal, depois de ter concluído a época transacta na 3ª posição do seu Campeonato Regional, dando continuidade a um percurso em Itália que iniciou com apenas 11 anos de idade.

Desde a sua chegada a território transalpino o jovem ala capaz de desempenhar qualquer função por ambos os flancos, tanto pela direita como pela esquerda, desde lateral até médio ala, podendo ainda actuar no centro do terreno tem coleccionado observações provenientes de clubes bastante mais mediáticos que o conjunto que actualmente representa, casos de Brescia e Atalanta, dois históricos do futebol italiano.

Antes de partir para Itália, Pablo Carlos iniciou a sua carreira no Brasil

Antes de partir para Itália, país no qual já adquiriu nacionalidade, Pablo Guilherme Vieira Carlos deu início à sua carreira aos 7 anos no Atlântico FC de Espírito Santo no Brasil, de onde a sua família é originária e no qual militou durante três temporadas.

No entanto, o polivalente jogador nasceu em Portugal, em Lisboa, o que lhe confere o raro e acima referido estatuto de detentor de tripla nacionalidade que o poderá valorizar bastante no futuro tendo em conta que já este Verão disputará partidas e torneios fora de portas depois de na época passada ter apontado 12 golos, marca impressionante tendo em conta que nem sequer actua como avançado.

Jovem português (tripla nacionalidade) cumprirá um estágio de pré-temporada em Espanha

Ainda há duas temporadas Pablo foi chamado a cumprir testes no AC Milan, uma das referências da região da Lombardia, na qual o jogador compete e que o mantém desde então referenciado, assim como os já referidos Brescia e Atalanta e ainda outros conjuntos que já formalizaram ofertas de transferência como o Torino Club, o Arnatese, o Solbiate Arno, que procurou contar com o seu concurso pouco antes de assinar pelo Besnatese e por muito pouco foi ultrapassado nessa disputa, o Como e o Cedratese.

Todos estes pretendentes ’esbarraram’ no facto de Pablo manter um acordo anual com o seu actual clube que espera a curto prazo poder fechar um acordo como profissional de forma a rentabilizá-lo no futuro, ciente também de que nas próximas semanas estará juntamente com o plantel do seu escalão etário em Espanha, país no qual evolui o seu grande ídolo na modalidade, Cristiano Ronaldo (sem surpresa).

Será no país vizinho que o jovem futebolista cumprirá a sua pré-temporada e terá todas as condições para cativar atenções assim que terminar o seu período de férias em Portugal, país no qual nunca competiu mas que sente como verdadeiramente seu e que, quem sabe, poderá conhecê-lo melhor nos próximos anos.