quarta-feira, 23 de setembro de 2015




Oriental 3-2 Estoril - reportagem

A grande surpresa da jornada da Taça CTT passou por Marvila com o apuramento do Oriental às custas do primodivisionário Estoril – o NOVA ACADEMIA DE TALENTOS esteve lá, tendo no final recolhido as opiniões de ambos os treinadores, com disposições diametralmente opostas:

Fabiano Soares – treinador do Estoril


Não temo que esta eliminação seja um retrocesso, a equipa está num bom caminho, ninguém gosta de perder mas a equipa não venceu apenas por falta de intensidade. Iremos falar como grupo, melhorar onde estivemos menos bem para Sábado nos prepararmos para o União, que é uma boa equipa.

João Barbosa – treinador do Oriental

A capacidade de superação é algo que cultivamos no nosso grupo de trabalho, a diferença de orçamento é abismal mas preparamos sempre a equipa para estudarmos o nosso adversário da melhor maneira e podermos lutar contra estas equipas, em especial as de Primeira Liga que têm uma capacidade bem superior à nossa. Sabemos que a equipa tem algumas limitações. Vamos com calma, é importante vencer este tipo de jogos e é importante para os jogadores mostrarem-se nesta montra.


Quanto ao reconhecimento do valor do nosso ataque, é curioso falar-se disso quando ainda no final do último jogo fui questionado sobre a incapacidade da nossa defesa, temos de ganhar equilíbrio entre todos os sectores para podermos enfrentar melhor os adversários complicados com que nos deparamos na Segunda Liga. Mais tarde ou mais cedo, quando tivermos o plantel todo, conseguiremos uma maior estabilidade ao nível dos resultados.

Texto e reportagem: Rafael Batista Reis
Imagem: Diogo Taborda/Clube Oriental de Lisboa