quarta-feira, 2 de novembro de 2016





Sacavenense - Uma dupla a tempo inteiro e ‘miúdo’ sem minutos lideram na Europa

Já afastado da Taça, o Sacavenense vem sendo notícia pelo facto de se constituir á data a melhor defesa de todos os campeonatos da Europa ao nível sénior. No entanto, tem escapado à atenção de todos o acontecimento que se torna ainda mais notícia e este feito ainda mais digno de realce: na preparação daqueles que têm sido os mais importantes desafios jornada a jornada na Série G do CPP - a recepção ao Casa Pia foi exemplo recente, as opções defensivas não surgem em grande quantidade.

Assim, está a valer o segundo posto que garante acesso à Série de Subida para a Ledman LigaPro e esse estatuto de inesperado líder europeu da consistência defensiva um eixo defensivo composto apenas por 3 elementos sendo que um deles… ainda nem sequer jogou, o que não tem inviabilizado que o conjunto de Sacavém se venha sagrando vencedor partida após de partida sendo que até há duas semanas contou com a limitação de nesse sector não contar com o experiente central/lateral direito Diogo Oliveira.

Alternativa à dupla de centrais vem sendo um jovem… que ainda aguarda a sua estreia como sénior

Um dos capitães deste plantel, Oliveira lesionou-se precisamente na Taça ante o Olhanense e não voltou a competir desde então. No entanto, desde há duas semanas que não o faz exclusivamente por opção e devido ao facto de nas laterais Bebé, na direita, e Dina, na esquerda, estarem a demonstrar um impressionante entendimento colectivo.

Retirando (para já) Diogo Oliveira das contas, no centro da defesa do Sacavenense pontificam Yannick Medina e Duque, uma dupla que tem suportado este sector de tal forma que como alternativa de prevenção tem estado o jovem defesa central André Duarte, de 19 anos, gigante de 1,95 metros que cumpre a sua primeira temporada enquanto sénior e ainda não contabiliza sequer qualquer minuto esta temporada mas que surge como opção imediata para o eixo defensivo, tendo figurado em algumas convocatórias.

Quando as condições assim o permitirem, Tuck considerar mais adequado ou a dupla Yaka Medina/Duque ‘deixarem’, poderá assim o jovem André vir a ter a sua primeira oportunidade para competir e logo em partidas exigentes na quais em caso de vitória o Sacavenense aumentará a sua vantagem para a concorrência pela vice-liderança da Série G.

Texto: Rafael Batista Reis
Imagem: Rúben de Almeida