sexta-feira, 21 de abril de 2017



Gigante português entre...touros

Não muito distante de Portugal mas bem no seio das ’profundezas’ das divisões inferiores de Espanha existe também um futebolista de nacionalidade lusa, neste caso Carlos Ferreira, mais conhecido por Ferreirinha, que nas últimas semanas procedeu a uma curiosa mudança: deixou o campo pelado do Arcoense, emblema que disputa as competições distritais da AF Évora, para disputar a Tercera Divisón de Espanha (Grupo 14), também como titular indiscutível, no Jerez de Caballeros Cf, emblema sediado nas proximidades de Badajoz.

Um clube modesto, tal como o emblema que representava em Portugal, e que se distingue dos demais pelo facto de a sua sede social se situar… numa praça de touros à qual este gigante defesa central português de 31 anos que completou a sua formação no Benfica regressou depois de ter retornado ao clube da sua localidade natal, Arcos de Estremoz. Com efeito, Ferreirinha voltou a Espanha a um futebol e uma divisão que bem conhece visto que no passado havia representado o mesmo Jerez de Caballeros quando este clube se encontrava na divisão imediatamente acima.

Ferreirinha disputou assim a Tercera Nacional espanhola não apenas no Jerez como também pelo Extremadura mas também na divisão na qual actualmente se encontra ao serviço de Binéfar, Díter Zafra e Don Benito. No total, cumpre a sétima temporada nas divisões inferiores do país vizinho, contando em 2016/2017 com 22 partidas disputadas e três golos marcados até ao momento. O objectivo, esse, passará por fazer o Jerez regressar à Tercera Nacional na qual tanto clube quanto o próprio defensor já competiram num passado recente.