sábado, 18 de fevereiro de 2017



A reedição de uma final de Campeonato, e logo na primeira jornada. Muito do interesse do desafio entre Florgrade e M-Team se encontrava nesse curioso facto e também este desafio contou com duas partes bem distintas e novamente com vantagem para a equipa que saiu na frente ao intervalo, neste caso Florgrade, ‘tão-só’ o campeão nacional em Futebol de Sete no ano anterior e única equipa a ter representado o País numa Champions League, que se adiantou logo ao segundo minuto de jogo com um remate rasteiro de Nuno Capela ainda desviado num defensor contrário.

A superioridade inicial do Florgrade manteve-se com um rápido conytragolpe de Ricardo Ramos, que aproveitou uma perda de bola de um defesa adversário para se isolar e aumentar uma contagem que se estabeleceria em 3-0 com o bis de Nuno Capela. Todavia, o M-Team ainda teria uma palavra a dizer no desafio ao reduzir o resultado para a diferença mínima.

FLORGRADE
99- Rafa Pinto
30- Luís Osório
3- Hugo Mota
15- Ricardo Gomes
18- Samuel Silva
32- André Silva
9- Nuno Capela
Suplentes: 39- Arménio, 13- José Carlos Ferreira, 23- Júlio Escapulário, 1- Luís Reis, 29- Marcos Soares, 17- Paulo Reis, 8- Ricardo Marques e 4- Willy Alves

M-TEAM
21- João Lucas
20- Dani Ferraz
25- Nuno Lopes
10- Carlos Pinheiro Moita
24- Daniel Seixas
27- Ricardo Martinho
5- Marcos Moita
Suplentes: 9- Filipe Videira e 23- Tiago Vilar