domingo, 12 de fevereiro de 2017


Maduros e a competir como gente adulta

A convocatória 100% lusa do Benfica B foi justificada pela personalidade com que se colocou em posição privilegiada numa questão de minutos, liderado por Pepê que abriu a contagem através de uma grande penalidade e originou o segundo e terceiro tentos. Duas aberturas de Pepê isolaram os dois avançados, Zé Gomes e Diogo Gonçalves, que apontaram um golo cada antes de Nélson Pedroso reduzir perto do intervalo através de um livre directo bem colocado.

Mesmo tendo passado a chover com grande intensidade, o encontro continuou a proporcionar motivos de espectáculo com a equipa B encarnada a voltar a ampliar por Heriberto num remate cruzado pela direita e o Aves a reduzir novamente por Luís Alberto numa jogada confusa na qual o esférico embateu duas vezes nos ferros antes de chegar à recarga do brasileiro. No final, seis golos, períodos de muita chuva e uma partida animada.

Hélder Cristóvão - treinador do Benfica B

Este é o período para que eles desenvolvam a compreensão táctica e eles sabem o que fazer; já estamos a pensar no encontro da próxima jornada.

Em virtude de ter recebido ordem de expulsão, Ivo Vieira não prestou qualquer declaração.