quarta-feira, 8 de julho de 2015





Kaby renasce no frio

Os verdadeiros apreciadores do futebol de formação nacional recordarão alguns atletas reconhecidos nas camadas de formação em Portugal especialmente os internacionais jovens portugueses, pelo que se recordarão desta forma de um prodígio em crescimento que agora reaparece, caso de Aliu Djaló, conhecido como Kaby, na modesta Ykkonen da Finlândia, o segundo escalão do país.

Kaby mantém contrato com o CS Gaz Metan da 1ª Liga da Roménia, tendo estado emprestado numa primeira instância para se tornar figura no MKS Pogon Siedlce da Polónia antes de partir para outra experiência e de momento se encontrar no PS Kemi da Finlândia, o emblema que mais surpreendeu no início de temporada nesse país que pelo bom futebol que tem praticado continua a ser apontado como o principal candidato a ascender à Veikkausliiga, a principal Liga finlandesa.

Por outro lado, Kaby tem sido igualmente falado como um elemento a ter como seleccionável pela sua selecção, a Guiné-Bissau, no que respeita aos jogos de apuramento para a CAN 2017, para a qual foi convocado pela primeira vez com apenas 18 anos quando então estava ao serviço do Chelsea sendo que na altura o jogador optou por continuar a representar as selecções sub-19 e Sub20 de Portugal nas quais chegou a ser nome regular.

Cedo o médio começou a notabilizar-se ao ter protagonizado com apenas 15 anos uma das maiores transferências do futebol jovem nacional ao mudar-se para o Chelsea numa altura em que também
Bayern de Munique e Real Madrid também monitorizavam a evolução do jogador que hoje mais experiente parece ter renascido para a alta competição ao voltar a suscitar vários pretendentes pela sua contratação.

A concorrência estende-se mesmo a Portugal, onde dois emblemas da Liga NOS já abordaram o agente de Kaby, Luís Lousa, assim como vários clubes que disputam a principal Liga finlandesa e da Polónia, que ao longo deste ano têm apresentado questões relativas ao seu interesse em contar com o jogador no futuro, mais ainda quando tem tornado este o ano do seu regresso à alta-roda.

Desde o início da Liga Ykonen, que se deu no início de Maio e se prolongará até ao final de Outubro sem lugar a grandes pausas competitivas, que o criativo tem tido uma temporada regular que originou várias outras ofertas como a Indian Super League para que se transferisse no próximo mês para um clube ainda desconhecido em virtude de ser a própria competição a contratar os futebolistas internacionais, a exemplo da MLS nos EUA.

Assim, este negócio não terá grandes possibilidades de se materializar em virtude de o atleta se encontrar a título de empréstimo no PS Kemi até Outubro deste ano. Como tal, Kaby deverá cumprir o contrato com o modesto clube nórdico na íntegra, estando previsto depois o seu regresso ao Gaz Metan, pelo que não parece provável uma transferência nos tempos mais próximos.

No entanto, em virtude de continuar a ser tido como o futebolista mais valioso da segunda Liga finlandesa pelo facto de ser nesta altura o único totalista na equipa do PS Kemi, clube que lidera a tabela graças as prestações de Kaby, que foi eleito para melhor em campo em 6 jogos num total de 10 já realizados, o que concentra todas as atenções sobre si nesta altura.

Até ver, apesar das ofertas recebidas neste defeso nada se materializou isto também porque Kaby mantém ainda vinculo por mais duas temporadas na Roménia enquanto se encontra emprestado na Finlândia. Todavia, uma possível desvinculação não seria complicada de obter visto que a maior parte dos direitos desportivos do atleta pertencem ao seu empresário.

Deve recordar-se que o médio luso-guineense é recebido com muito carinho no Bessa, onde se formou ao serviço do Boavista e é sempre muito comentado, mas nesta altura não existe qualquer possibilidade de se consumar um regresso principalmente porque a concorrência em termos financeiros é muito forte face ao interesse dos clubes de topo finlandeses com vista à abertura da janela de transferências que no mercado escandinavo se inicia a 7 de Agosto e poderá assim trazer novidades para a sua carreira.