terça-feira, 10 de novembro de 2015





Loures fala mandarim

A atravessar um excelente momento na Série G do Campeonato de Portugal, encontrando-se a somente um ponto dos dois conjuntos que ocupam os lugares de acesso aos lugares de acesso à Fase de Subida, o Loures tem sido o clube que maior sucesso tem revelado entre os que vários que aderiram à ’maré chinesa’ que trouxe, sem exagero, algumas dezenas de futebolistas oriundos dessa proveniência a fim de brilhar no nosso futebol.

Face ao acerto nesta aposta - ainda que nenhum destes jogadores assuma o estatuto de figura - passemos a apresentar cada um dos casos de futebolistas naturais da China neste plantel, começando por quem ainda não teve essa oportunidade e não foi ainda chamado ao desafio e para já apenas sonha com o posto de titular como o polivalente defesa chinês Linguang Zhang, de 20 anos.

Enquanto espera pela sua hora, Zhang vai ganhando pontos junto de António Pereira pois reforçou o plantel após ter concluído a época passada ao serviço do Mafra B e sem ter ainda somado qualquer minuto esta época em jogos oficiais mira com atenção a maior utilização dos seus compatriotas.

Dong Wang - Lateral direito que já mereceu algumas oportunidades enquanto titular, tendo nas últimas semanas perdido a corrida com o português João Oliveira, que parece ter agarrado a oportunidade. Será de qualquer forma uma interessante disputa.

Jiayu Chen - Não vinha muitas oportunidades em virtude de ter partido como terceira escolha para a posição de lateral esquerdo mas neste momento parece ter subido na hierarquia, tendo no último mês ultrapassado Califo e passado a representar a maior ameaça à titularidade de Vítor Sanches embora há duas partidas não seja utlizado. Para seguir com atenção.

Xianyu Cai - Tem sido utilizado com alguma regularidade, intercalando entre a titularidade e o banco mas demonstrando valor no último terço do terreno, onde vem actuando entre o meio-campo e a ala direita do ataque; não vem sendo utilizado desde há dois encontros a esta parte.

Yuhao Liu - Entre todos os chineses, este tem sido o mais utilizado. Habitual titular, é capaz de cumprir qualquer posição no ataque e com isso deverá continuar a ser opção regular para a equipa nas próximas semanas.

Au Yeung - Um caso especial pelo facto de ser o mais velho do contingente chinês com 26 anos, o único a ser natural da região independente de Hong Kong, selecção pela qual é mesmo internacional, e também o único a ter disputado competições profissionais em Portugal pelo facto de nas últimas duas épocas ter disputado a Segunda e a Taça da Liga ao serviço do Atlético. Face à experiência internacional e profissional que possui, conquistou de imediato a titularidade na equipa.