sábado, 14 de novembro de 2015



No início da época, o mais natural seria que de Loures tivessem chegado dois reforços para ajudar estritamente na luta pela manutenção, mas as vitórias chegaram mesmo a ampliar as ambições - visto à partida por alguma da crítica como possivelmente o mais frágil emblema dos Açores na Série E do Campeonato de Portugal, na realidade o Sporting Ideal tem sido uma das sensações da época.

A certo ponto, o Ideal chegou a depender apenas de si próprio para atingir a liderança da classificação que se encontrou à distância de uma vitória num encontro que poderia ser apelidado como uma cimeira de líderes na Série visto que o conjunto açoriano visitava o líder Pampilhosa.

Para conquistar um triunfo na casa do líder da Série, o Sp.Ideal contou com dois dos reforços que mais se têm evidenciado, pontificando como titulares indiscutíveis, casos do médio centro/medio ofensivo André Oliveira, de 22 anos, e do versátil avançado Januário Silva, capaz de percorrer todos os espaços na frente ofensiva, de 23 anos, uma dupla recrutada pelo clube ao Loures que certamente estará apontada à baliza adversária a cada jogo esta temporada.

No Pampilhosa nesse Domingo… nem André nem Janu tiveram grande sorte, antes pelo contrário, com o Sp. Ideal a sofrer uma derrota por 1-0 que deu início a uma série negativa que fez com que a equipa dos Açores não mais tenha voltado a vencer até este momento, situação que pretende reverter já esta jornada na recepção ao líder e vizinho Angrense que utilizará o encontro como ensaio-geral para a recepção ao FC Porto marcada para daqui a uma semana.