sábado, 27 de maio de 2017



Águia alcançada na manhã, isolada à tarde

Com um pleno de vitórias e apenas um golo sofrido até então (mérito para o último classificado Paços de Ferreira, que logrou marcar na jornada anterior), o Benfica entrava em campo novamente como visitado e pressionado pela vitória do Sporting que havia batido o FC Porto horas antes, pela manhã, mas cedo garantiu a invencibilidade e a manutenção da liderança isolada graças a uma tarde inspirada do ponta-de-lança Fábio Silva que apontou três golos aos 19, 39 e 52 minutos e ainda produziu uma assistência para golo, com a Académica a conseguir reduzir por intermédio de um insuficiente bis de Léo.

Caixa Futebol Campus (campo nº1) - Seixal

BENFICA
Samuel Soares
Renato Matos
(Bernardo Silva, 68)
Tomás Araújo
Gabriel Araújo
Guilherme Montóia
(Famana Quizera, int.)
Rafael Brito ©
Ronaldo Camará
(Gonçalo Batista, 50)
Paulo Bernardo
Filipe Cruz
Fábio Silva
Henrique Pereira
T: Luís Nascimento
4x3x3

ACADÉMICA
Henrique Marques
Afonso Costa
David Branco
Dentinho
Afonso Peixoto
(Ventura, int.)
Telmo ©
Júlio
(João Salvador, 63)
Campos
(Afonso Fernandes, 63)
Léo
Pedro Caldeira
(Bernardo Matos, int.)
Portugal
(Guilherme Preces, int.)
T:  Nuno Padilha
4x5x1

Arbitragem: José Dinis Gorjão - Setúbal
Disciplina: cartão amarelo para Campos (59)
Marcadores: Filipe Cruz (14 e 29), Fábio Silva (19, 39 e 52); Léo (18 e 69)