quinta-feira, 11 de maio de 2017



Ao mesmo tempo que o Praiense era derrotado pelo Fátima e o Real empatava no terreno do Operário, o Farense não foi também capaz de evitar a queda no terreno do Sacavenense, conjunto que voltou a demonstrar poderio enquanto visitado. Pouco depois de ter afastado o Torreense da disputa pela subida, a turma de Sacavém, também já afastada dessa luta, voltou a tornar muito difícil a meta do seu oponente ao somar mais um triunfo no seu relvado sintético.

Foram os da casa os primeiros a marcar através de Arcanjo pouco após se terem transposto os primeiros 5 minutos de jogo a favor de um Sacavenense que tem por hábito realizar enquanto visitado exibições de monta, não tendo por isso desiludido a sua massa associativa.


Estádio do SG Sacavenense – Sacavém

SACAVENENSE
Hugo Cardoso
Yaka Medina
André Duarte
Diogo Duque ©
Dina
Nuno Borges
Pedro Ribeiro
(Herlander Tomé, 80)
Tiago Santos
(Fábio Horta, 58)
Arcanjo
Janu
(Cláudio Sanches, 73)
João Olavo
T: Tuck

FARENSE
Miguel Carvalho
Tomás Dabó
Rony
Cássio
Bahadir Ciloglu
André Vieira
António Livramento ©
(Léo Tomé, 80)
Neca
Tavinho
(Bruno Carvalho, 62)
Nuno Silva
(Gonçalo Gregório, 58)
Jorginho Alves
T: Rui Duarte

Arbitragem: Hugo Pacheco – Porto
Disciplina: cartão amarelo para Nuno Borges (28); cartão vermelho para Pedro Garcia (66, guarda-redes suplente do Sacavenense)
Marcadores: Arcanjo (6) e Yaka Medina (90+3); Jorginho (45, gp)