quarta-feira, 22 de março de 2017






Oriental – Capitão Daniel quer liderança

Para além das Séries de Subida do CPP, nos agrupamentos que respeitam à Manutenção também se desenrolaram vários encontros de monta – vários deles têm tido lugar na Série G, na qual Oriental, Casa Pia, Loures e Sintrense discutem a liderança para até ver ser o Casa Pia a ascender a essa condição. No final do nulo registado em Marvila perante o Sintrense, o capitão Daniel Almeida manifestou a ambição orientalista em fazer o máximo possível nesta fase da época, o que corresponde a ser campeão de Série.

Relativamente ao desafio ante o Sintrense, o defesa central que surge como um dos nomes mais respeitados e um dos destaques individuais da Série ao liderar o sector mais recuado do emblema de Marvila depois de ter representado o clube por duas temporadas na profissional LedmanLigaPro admitiu ter participado “num jogo feio e na generalidade mal jogado que não teve muitas oportunidades de golo e lances perigosos”.

Capitão do Oriental aponta como objectivo "o máximo que a equipa puder alcançar"



Como líder de uma defesa que tem estado em bom plano (a terceira menos batida entre as oito participantes), o central de 32 anos estará ciente de que a sua boa prestação defensiva contribuiu em grande parte para o desfecho de zero golos sofridos na última ocasião em que a equipa alinhou como visitada: “entre a desinspiração dos atacantes e a eficácia das defesas das duas equipas, uma coisa levou à outra, ambas as equipas encaixaram uma na outra”, resultando assim numa igualdade que impediu o Oriental de pela primeira vez na época ascender à liderança da classificação.

Apesar de o objectivo da Série apenas resultar na manutenção no CPP e consequentemente nos campeonatos profissionais, o capitão do Oriental vai mais longe, afirmando que “a equipa pensará em jogar para o máximo que puder alcançar. Nesse sentido, queremos posicionar-nos o mais acima possível e nesse sentido queremos terminar esta Série em primeiro lugar."

"Antes do jogo tínhamos a noção disso e falei no balneário que caso vencêssemos o jogo poderíamos chegar à liderança, mas hoje não foi possível lá chegar. No entanto, a equipa trabalhará nesse sentido já no próximo jogo,” prometeu como antevisão a um desafio em que o clube grená quase derrotou aquele que se manteria como líder isolado, posição que voltará a ser disputada na ronda deste Domingo com o actual detentor da posição, o Casa Pia, a visitar o terreno dos aflitos Armacenenses ao passo que Oriental e Loures se defrontarão no encontro mais aliciante da jornada.



Texto: Rafael Batista Reis
Imagem: Clube Oriental de Lisboa/Diogo Taborda