domingo, 26 de outubro de 2014




Devolver a lanterna com goleada

Em Marvila dava-se lugar a um encontro importante tendo em conta que colocava em confronto os dois últimos da tabela, o Oriental, último classificado, a receber o Trofense, penúltimo, verificando-se uma entrada que poderia ter sido perfeita para a equipa da casa caso Saleiro tivesse convertido uma grande penalidade logo aos 3 minutos que foi defendida por Diogo Freire.

Nem mesmo a infelicidade ligada à saída precoce de João Pedro durante a primeira parte desestabilizou a equipa da casa, até porque Pedro Alves entrou de forma decisiva num conjunto que procurava sempre mais a baliza adversária ainda que sem perigo de monta até à meia de hora de jogo.

Nessa altura o Trofense procurou sacudir a pressão mas de imediato surgiu o primeiro golo para o Oriental, arrancado num cruzamento de Pedro Alves para um cabeceamento irrepreensível de Saleiro para o fundo das redes.

Seis minutos volvidos, a equipa de Marvila esteve perto de chegar a um merecido segundo golo num remate de Roncatto travado pelo guardião contrário, seguido de outra tentativa, desta feita de Leonel aos 43 minutos. Pouco antes do intervalo, o Trofense teria a sua melhor oportunidade em todo o encontro num remate de João Pedro que passou pouco ao lado da baliza orientalista.

Na segunda metade o Oriental controlou desde o início as operações perante um oponente que quando procurou arriscar um pouco mais voltava a ser colocado à prova num disparo de Roncatto travado com dificuldade por Diogo Freire que deu origem a um canto que resultaria no segundo golo, conseguido num pontapé de ressaca do capitão Tiago Mota.

Tudo corria bem ao clube grená, que via Miguel Paixão ampliar a vantagem três minutos após a sua entrada com uma tentativa de cruzamento a partir da direita que acabou por trair o guarda-redes contrário e valer um 3-0 que seria momentâneo, uma vez que já nos instantes finais da partida o também suplente utilizado Mauro Bastos lançou Tom.

Em velocidade o médio do Oriental desmarcou-se em relação à defensiva trofense e estabeleceu o 4-0 final que permitiu à equipa lisboeta entregar a ‘lanterna vermelha’ da Segunda Liga precisamente ao adversário que goleou.



ORIENTAL
12- Tiago Mota
26- Tiago Rosa
44- Hugo Grilo
3- Jaime Seidi
25- João Pedro
(8- Pedro Alves, 21)
7- Tiago José Mota ©
10- Valdo Alhinho
77- (Miguel Paixão, 76)
2- Tom Tavares
17- Leonel
9- Carlos Saleiro
(52- Mauro Bastos, 83)
11- Evandro Roncatto
4x3x3
Treinador: João Barbosa

TROFENSE
12- Diogo Freire
5- Papa Alassane
13- Nanissio
92- Jairo
23- Costinha
(21- Miguel Ângelo, int.)
66- Tiago ©
8- Adukor
(20- André Viana, 57)
9- Brayan Riascos
31- Hélder Sousa
4- Tiago Portuga
91- João Pedro
(79- Simãozinho, 61)
4x2x3x1
Treinador: Porfírio Amorim

Arbitragem: João Capela - Lisboa
Disciplina: cartão amarelo para Costinha (5), Jairo (13), Tiago Rosa (83), Brayan Riascos (86), Pedro Alves (89)
Marcadores: 1-0 por Carlos Saleiro (33), 2-0 por Tiago José Mota (59), 3-0 por Miguel Paixão (79) e 4-0 por Tom Tavares (90+2)

Figura: Pedro Alves

Chamado à acção a meio da primeira parte, o médio do Oriental não só não mostrou quaisquer problemas em adaptar-se á posição de lateral direito como dinamizou esse flanco durante todo o encontro, salientando-se ainda a excelência do cruzamento que permitiu a Saleiro abrir de cabeça a contagem.

Texto: Rafael Reis
Imagem: Óscar Cordeiro/Lusa