sexta-feira, 9 de junho de 2017



Real - Brash, um exemplo de reforço entre portas
A equipa de Monte Abraão que ascendeu à liderança da classificação foi mesmo a grande sensação do Campeonato de Portugal ao ter alcançado um objectivo alimentado desde o início pelo técnico Filipe Martins e ainda excedido todas as expectativas ao ter-se deparado com algumas dificuldades na preparação de alguns importantes confrontos.

Em alturas críticas o técnico do Real não pôde contar com o médio Brash Brampoque, titular indiscutível em toda a temporada e que assim desfalcou o meio-campo que tem para cúmulo sido o sector mais assolado por lesões e castigos, sendo que esse foi o segundo caso a aplicar-se com o médio guineense que se viu obrigado a cumprir um encontro de suspensão por via de uma expulsão por acumulação de amarelos no jogo no qual a equipa da linha de Sintra igualou em sua casa com o Praiense a uma bola.

Apesar do rude golpe que passou pela ausência de Brash, a partir da primeira vez que ocupou a liderança que como é sabido garantia a promoção directa à Ledman LigaPro... não mais o Real a largou, permitindo o regresso deste centrocampista que foi uma das grandes revelações da temporada fazendo por merecer a renovação contratual, assim passando a profissional e surgindo como um dos nomes a ter em atenção na próximas edições da Ledman LigaPro e da Taça CTT, competições nas quais tanto clube como jogador se irão estrear.