quarta-feira, 7 de junho de 2017




Eficiente bola parada atenua a expulsão

Confronto em que os extremos se tocavam com o último classificado Oeiras a receber o líder Sporting sendo que os 25 minutos iniciais foram jogados a um ritmo muito lento e no último quarto de hora uma maior intenção por parte dos leões que no entanto nunca conseguiriam ultrapassar com perigo a bem montada defensiva da equipa da casa que apresentava muita proximidade entre as suas duas linhas mais recuadas, assim reduzindo drasticamente o espaço de criação para os verde-e-brancos.

Tudo mudaria na 2ª parte com o Sporting a conseguir ser capaz de executar com maior velocidade até que aos 62 minutos se via privado de uma unidade com a expulsão directa de Diogo Brás, o que todavia não evitou que o leão chegasse ao golo por intermédio de Bernardo Sousa na conversão de uma grande penalidade apenas quatro minutos depois, para se dissiparem quaisquer dúvidas quanto ao vencedor nos instantes finais graças ao elemento que entraria em campo para render o autor do primeiro tento.

Um tento de Francisco Oliveira através de novo lance de bola parada, desta feita apontado junto à área permitiu confirmar de forma eficaz um triunfo de importância redobrada tendo em conta que à mesma hora o Benfica, que se encontrava a discutir a liderança de forma muito próxima, saiu derrotado na deslocação ao terreno do FC Porto, o que permitiu cimentar a liderança da classificação numa mais confortável vantagem de 4 pontos.


Estádio Municipal de Oeiras

OEIRAS
Filipe Campina
Diogo Marinho
Alexandre Barbas
Gonçalo Lucas
(Bedel Mendes, 66)
Baltazar Paisana
Tomás Rodrigues
(Gonçalo Costa, 68)
Guilherme Santos ©
Tomás Santos
Pedro Aparício
Ricardo Pereira
(Afonso Evangelista, 73)
Vasco Cardoso
T: João Cardeano
4x2x3x1

SPORTING
Filipe Semedo
Rodrigo Vaza
João Goulart
Tiago Djaló
Gonçalo Costa
(Edmilson dos Santos, 62)
Bavikson Biai ©
Félix Correia
Bernardo Sousa
(Francisco Oliveira, 68)
Diogo Brás
Tiago Rodrigues
Sérgio Velosa
(Babacar Fati, int.)
T: João Couto
4x3x3

Arbitragem: José Quitério Almeida - Lisboa
Disciplina: cartão amarelo para Gonçalo Costa (37), Babacar Fati (45), Tomás Rodrigues (47), Diogo Marinho (62), Alexandre Barbas (65), Tiago Djaló (69), Rodrigo Vaza (71), Tiago Rodrigues (72), Filipe Semedo (80+1); cartão vermelho para Diogo Brás (62, expulsão directa) e Pedro Aparício (80+5, expulsão directa)
Marcadores: Bernardo Sousa (66, gp) e Francisco Oliveira (80+4)