sexta-feira, 16 de junho de 2017





Abertura do marcador que apenas teve lugar… segundos depois de em Coimbra o Sporting ter apontado o 1-3, carimbando assim a revalidação do título nacional no escalão. No mesmo momento o Benfica via-se impossibilitado de chegar ao título - os leões ainda ampliariam a vantagem sobre a Académica -  mas numa bola parada habitualmente trabalhada pelos encarnados.

Livre lateral no qual Úmaro Embaló colocou a bola ao segundo poste para a impulsão e subsequente conclusão do central Gonçalo Loureiro aos 43 e o golo da tranquilidade para o Benfica surgiu aos 76 a partir de um chapéu colocado por Úmaro Embaló sobre o guardião dos bracarenses que tal como na 1ª parte não deixaram de estar também em bom plano e viram dois bons lances negados pelos postes, aos 71 através de um bonito remate de Lucas Pereira e num cabeceamento de João Costinha que seria também o último lance do desafio. 

Caixa Futebol Campus (campo nº1) - Seixal

BENFICA
Celton Biai
Mamadou Koné
Gonçalo Loureiro
Francisco Saldanha
Luís Pinheiro
Henrique Jocu
Diogo Capitão
Tiago Dantas ©
(Nuno Tavares, 74)
Rodrigo Conceição
Ricardo Matos
(Gonçalo Ramos, 65)
Úmaro Embaló
(Luís Lopes, 79)
T: Renato Paiva
4x3x3

SP.BRAGA
Rui Ribeiro
Miguel Dias
Hugo Morais
Cristian Lottito
Miguel Vilela ©
David Veiga
(Gustavo Schneider, 77)
Samuel Costa
(Tiago Gonçalves, 67)
João Costinha
Tiago Antunes
Eduardo Ribeiro
Schurrle
(Lucas Pereira, 55)
T: Tozé Pereira 
4x4x2

Arbitragem: José Laranjeira - Coimbra
Disciplina: -.
Marcadores: Gonçalo Loureiro (43) e Úmaro Embaló (76)