segunda-feira, 12 de junho de 2017




Parecia resolvido… mas só no fim se confirmou

Cedo o Benfica começou a desequilibrar os pratos na balança ao abrir a contagem logo aos 2 minutos através de Úmaro Embaló que picou o esférico sobre o guardião contrário, gesto técnco repetido no segundo tento, desta feita com autoria de Ricardo Matos que seria também o autor do terceiro golo benfiquista. Todos os tentos foram apontados no seguimento de passes em profundidade de Diogo Capitão, o último deles de forma picada sobre a defesa da Académica que soçobrou perante a eficácia dos encarnados que transformaram em golo todos os remates enquadrados com a baliza.

Apesar de tudo, o primeiro tempo… nada resolveu visto a Briosa ter reagido e reduzido a desvantagem para a diferença mínima no espaço de apenas 6 minutos por André Santos correspondendo a um cruzamento tirado a partir da esquerda e Pedro Simão na conversão de uma grande penalidade cometida sobre Paulinho, fazendo persistir a dúvida até ao minuto final, momento em que Úmaro Embaló cruzou em trivela para o certeiro cabeceamento do central goleador Gonçalo Loureiro.

Caixa Futebol Campus (campo nº1) - Seixal

BENFICA
Celton Biai
Mamadou Koné
Gonçalo Loureiro
Francisco Saldanha
Nuno Tavares
Diogo Capitão
Tiago Dantas ©
(Ronaldo Camará, 53)
Rodrigo Conceição
Úmaro Embaló
Miguel Nóbrega
(Luís Lopes, 64)
Ricardo Matos
(Gonçalo Ramos, 70)
T: Renato Paiva
4x4x2

ACADÉMICA
Luís Trindade
David Vieira ©
André Pires
João Gonçalves
Pedro Marques
Pedro Teixeira
Paulinho Ferreira
Vasco Marques
Luís Rodrigues
(Dudu Simões, 77)
João Rui
(Pedro Simão, 54)
André Santos
(Xavi, 75)
T: Rui Silva
4x4x2

Arbitragem: Paulo Barradas - Setúbal
Disciplina: -.
Marcadores: Úmaro Embaló (2), Ricardo Matos (19 e 35) e Gonçalo Loureiro (80); André Santos (57), Pedro Simão (63)

Figura - Diogo Capitão - Benfica

Deu-se bem com o alargado raide de acção para defender o seu meio-campo para rubricar a assistência para todos os golos da 1ª parte com três exímios passes em profundidade.